Arquivos de Primeira Viagem


Oi meus amores e minhas amoras, tudo bem com vocês? Algumas de vocês me acompanham muito em redes sociais e tudo mais… Já viram que vem um #BabyFashion por aí..

Sempre fui muito sincera com vocês, então vou aproveitar ainda mais essa fase para dividir mais momentos, sei que pode ter muitas mamães de primeira viagem como eu que veem vários videos na internet, leem bastante para tentarem entender tudo que estão passando e as vezes só querem uma amiga pra conversar. Podem contar comigo sempre, estou 24 horas online no instagram, podem mandar Direct que respondo ou até mesmo aqui nos cometários posso responder vocês.

Assim que descobri a gravidez não quis acreditar e o nervosismo não conseguia entender o exame do BETA- HCG, pois não estava planejado, acabei de finalizar o segundo período da faculdade, estou namorando com André apenas a 5 meses ( completamos esse mês, dia 23) porém já nos conhecemos a mais de 10 anos. E tudo estava “imperfeito”. Na correria para terminar minha roupa que seria índia do Bumba Meu Boi Encanto do Olho d’ Água, mas devido a medo de ter aborto espontâneo desisti. Não percebi que minha menstruação estava atrasada dois meses, que estava engordando, o quadril está bem mais largo, as roupas estão apertadas, estressada, com muito sono, até então não senti enjoou.

No dia 09 de junho fui ao ginecologista para entregar os exames e voltar a tomar o anticoncepcional pois iria mudar, aí falei ao médico que estava a dois meses sem menstruar e o mesmo passou na mesma hora o beta HCG ( exame de sangue para saber se estava gravida ou não). O resultado só saiu depois de duas horas. Mas eu só vi o resultado a noite, e nem consegui olhar direito, não entendia nada. Pedi pra uma amiga da igreja que é técnica em enfermagem para ver o resultado. Tanto eu como André, ficamos preocupados e muito felizes ao mesmo tempo. Chorei demais, ficava imaginando como seria daqui pra frente e ele me deu maior apoio e cá estamos no nosso primeiro filho.

Apenas 21 anos, estudante no começo da faculdade. Minha preocupação não é o que iriam falar de mim ou do meu filho(a), sim de como irei cria-lo. Apenas André trabalha. Enfim, depois que contei para algumas amigas, fiquei mais calma, principalmente quando Fernanda (amiga do Ensino Médio e mãe do Luiz), ficou mais animada que eu, programou baby chá, imaginou se seria menino ou menina, me deu dicas das primeiras semanas, me marcou e marca em postagens para mamães no Facebook e eu adoro.

Passaram duas semanas, já tinha feito o exame de pré-natal (começado), e contamos para nossos familiares, resumidamente ficaram preocupados e ao mesmo tempo felizes por essa vida que está por vim. No próximo post conto alguns sinais de Deus, sonhos e coisas que me surpreenderam ao contar para minha avó materna, e quando meu pai do nada também me contou a história de um sapatinho. As mudanças de sentimentos do nada que é o que mais estou sofrendo, e principalmente dicas para os enjoos.

Espero que vocês acompanhem tudo junto comigo, quem já é mãe deixem dicas que estou super aceitando. Beijooooocas !!